ciclo-da-soja
Produção Rural

Ciclo da Soja: O Que É, Qual a Duração e Quais as Etapas?

O manejo eficiente da soja e a boa gestão agrícola fazem do Brasil o maior produtor mundial do grão. Conhecer bem o ciclo da soja e as características da planta são o primeiro passo para que isso aconteça.

Neste post, você vai conhecer cada um dos estágios de desenvolvimento da soja, entendendo quais são as principais mudanças que ocorrem na planta em cada um deles. Boa leitura!

Leia também:

NR 31: O Que é, Qual a Importância e Suas Aplicações?
Software de Gestão Rural: 8 Dicas Para Escolha de um Bom Software!
Pragas da Soja: 9 Principais, Seus Danos e Forma de Controle!

O Que É o Ciclo da Soja?

o-que-e-ciclo-da-soja

O ciclo da soja envolve tudo o que acontece com a planta desde o momento em que é plantada até a sua maturação plena. O modelo de ciclo mais utilizado hoje em dia foi proposto por dois pesquisadores, Fehr e Caviness, em 1977.

Esse modelo propõe a divisão do ciclo da soja em dois estádios: vegetativo e reprodutivo, sobre os quais falaremos mais adiante neste artigo. Cada um desses estádios tem as suas subdivisões.

A padronização proposta por esse sistema permite que a comunicação entre produtores, engenheiros e outros profissionais da área seja mais fácil e clara. 

Para que uma lavoura seja classificada em um desses estádios, é preciso que pelo menos 50% das plantas estejam na mesma fase. Esse padrão foi determinado porque pode ocorrer variação na velocidade de crescimento das plantas dentro de uma mesma área.

Quanto Tempo Dura o Ciclo da Soja?

O ciclo da soja dura de 100 a 160 dias. Essa variação acontece porque existe uma grande variedade de cultivares da soja

Os ciclos comerciais costumam ser menores, tendo entre 115 e 125 dias. 

Quais São as Etapas do Cultivo da Soja?

etapas-do-ciclo-da-soja

Como você já sabe, o modelo de representação do ciclo da soja divide o desenvolvimento da planta nas etapas vegetativa e reprodutiva. 

A seguir, saiba mais sobre cada uma delas!

Etapa Vegetativa

Dentro da fase vegetativa, o desenvolvimento da soja é dividido em 4 momentos, chamados de VE, VC, V1, V2, V3 até Vn.

Os dois primeiros, VE e VC, representam o estado de emergência e de cotilédone. Uma planta é considerada em estado de emergência quando os cotilédones estão acima do solo e formam um ângulo de pelo menos 90° com seus hipocótilos. 

Já o estádio VC representa o momento em que os cotilédones estão completamente abertos e expandidos. Ou seja, os bordos das folhas não mais se tocam.

A partir daí, os próximos estágios são definidos e numerados à medida que as folhas nos nós superiores se desenvolvem completamente. O número após a letra V (V1, V2, V3) representa a quantidade de nós vegetativo formado por um cultivar específico.

O último estádio da fase vegetativo é chamado de Vn, sendo “n” o número do último nó.

Etapa Reprodutiva

Os estádios reprodutivos representam o período de florescimento e maturação da planta. Cada uma de suas subdivisões é denominada pela letra R. Nas fases R1 e R2, a planta está em florescimento. 

Já no R3 e R4, ocorre o desenvolvimento da vagem. No R5 e no R6, o desenvolvimento do grão e, por fim, no R7 e R8 acontece a maturação da planta.

Saiba mais sobre cada um desses estádios:

  • R1: é o início do florescimento da planta, quando aparece a primeira flor aberta em qualquer nó da haste principal;
  • R2: representa o florescimento pleno, com pelo menos uma flor aberta em um dos dois nós superiores da haste principal, com folhas completamente desenvolvidas;
  • R3: aqui começa o desenvolvimento das vagens. Para ser considerada em R3, a planta deve ter vagens de pelo menos 5mm de comprimento em um dos quatro nós superiores. É importante lembrar que qualquer estresse drástico nesta fase pode afetar o rendimento dos grãos nas fases posteriores;
  • R4: é o estádio da vagem completamente desenvolvida, com 2cm de comprimento e presente em um dos quatro nós superiores, com uma folha completamente desenvolvida;
  • R5: é o início do enchimento dos grãos, com a presença de uma vagem com pelo menos um grão de 3mm de comprimento em pelo menos um dos quatro nós superiores da haste principal;
  • R6: chamado de estádio de grão verde, é caracterizado pela presença de uma vagem que contém grãos verdes preenchendo toda a sua cavidade, com uma folha completamente desenvolvida. É aqui que a planta atinge o máximo de peso total de vagens;
  • R7: neste estádio, a planta atinge a sua maturação fisiológica e aparecem vagens com coloração madura em qualquer nó da haste principal. Aqui, os grãos já podem ser utilizados como sementes;
  • R8: é o estádio de maturação plena, quando 95% das vagens já apresentam coloração madura.

Economize tempo no controle de sua propriedade adotando um Software de Gestão Agrícola

Conhecer bem o ciclo da soja e as suas características ajuda o produtor a gerenciar a sua lavoura, sabendo quais cuidados devem ser tomados e os momentos ideais para cada providência.

Mas para ter um negócio bem-sucedido, não basta cuidar da operação da propriedade. É preciso gerenciar todas as áreas que fazem parte da produção, como as pessoas envolvidas no trabalho, a parte financeira e tributária e o comercial. A tecnologia pode e deve ser uma aliada do produtor nessa missão!

A EasyFarm é um sistema de gestão agrícola que permite que você acompanhe toda a sua produção e tenha controle total sobre a fazenda, mesmo sem acesso a internet. No sistema você consegue cadastrar e organizar informações importantes, além de acessar relatórios completos sobre a produção — uma ferramenta poderosa para a tomada de decisões.

Faça um teste e experimente a EasyFarm gratuitamente por 7 dias! Você vai entender como ela ajuda a economizar tempo na gestão, tornando o seu trabalho muito mais eficiente!

Continue lendo…

Gestão Estratégica: O Que É e Como Adotar na Propriedade?
Livro Caixa Digital do Produtor Rural: O Que É e Para Que Serve?
Isoporização da Cana: O Que É e Como Impacta na Produtividade?

Raphael Ivan

Programador apaixonado e entusiasta do Agronegócio, fundador e CEO da easyfarm. Sonha em voltar a produzir café, principalmente para sustentar seu vício pela bebida.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *