ctc-do-solo
Produção Rural

CTC do Solo: O Que É, Tipos, Importância e Como Melhorar?

Compreender qual a CTC do solo em que você realiza seu plantio é fundamental para melhorar a sua fertilidade e, sobretudo, a qualidade da sua produção

É comum que não compreendamos todas as características do solo em que fazemos nosso plantio, tampouco que conheçamos qual a relação entre o solo e o tipo de lavoura que iremos criar.

Por conta disso, é quase que um consenso contarmos com uma equipe de profissionais especializados na compreensão do que é o solo e de quais são as plantações que melhor combinam com ele.

Dentre os conceitos mobilizados por essa equipe de profissionais podemos destacar a CTC do solo, que é um dos principais conceitos, essencial para a nossa compreensão, é que determinará a composição do nosso solo e, por conseguinte, o sistema de produção que pode ser criado a partir de suas características.

Veja, hoje, um pouco mais sobre o que é a CTC do solo e como ela pode contribuir com a definição da sua lavoura!

Economize tempo no controle de sua propriedade adotando um Software de Gestão Agrícola. Solicite seu trial grátis de 7 dias!

O Que É CTC do Solo?

o-que-e-ctc-do-solo

A CTC do solo é o resultado da medição da troca de cátions – CTC – que o solo é capaz de realizar. 

As partículas do solo, sejam elas as matérias orgânicas ou a argila, têm, em sua superfície, uma grande massa de cargas que são negativas. 

A CTC ocorre quando essas partículas negativas se ligam à cargas positivas, os cátions, que são, por exemplo, as partículas K+, Mg²+ e, a mais comum, a Ca²+

Assim, podemos definir que a CTC é, por fim, as cargas negativas contidas no solo que reagem às cargas positivas que lançamos a ele. 

Conforme falamos, os cátions estão inseridos tanto na argila quanto em partículas de matéria orgânica. À medida que eles realizam trocas com partículas positivas, podemos denominá-las como trocáveis. 

Assim, podemos ter trocas que podem ser realizadas entre cálcio e hidrogênio em um solo rico em potássio.

Saiba mais: Gesso Agrícola: O Que É, Benefícios, Tipos e Como Aplicar no Solo?

Quais os Tipos de CTC de Solo?

Confira, agora, quais são os principais tipos de CTC do solo:

CTC Permanente

A CTC permanente é aquela que não apresenta qualquer tipo de variação em seu pH, ou seja: é resultante da substituição que ocorre entre elementos localizados na estrutura das partículas existentes no solo, que acontece por meio de um tipo de substituição isomórfica. 

Esse tipo de CTC é mais comum em tipos de solo que não são tão desenvolvidos e que são mais comuns em regiões mais temperadas, o que não é, portanto, o caso do solo brasileiro. 

CTC Variável

Esse tipo de CTC do solo é o mais comum em territórios tropicais e é caracterizado pela variação em relação ao pH que o solo apresenta.

Assim, o que temos em CTC variável é o fato de que as cargas elétricas podem ser variáveis, ora aumentadas, ou diminuídas, em função justamente do pH que o solo apresenta em suas avaliações.

Saiba mais: Funrural: O Que É, Origem, Como Funciona e Quem Precisa Recolher?

Por Que Você Precisa Saber o CTC do Seu Solo?

porque-saber-o-ctc-do-solo

É fundamental que cada produtor apure por meios técnicos a CTC do solo em que será feita a sua plantação, sobretudo porque é esse valor que determinará quais são ações necessárias para o gerenciamento desse solo.

Determina-se que quanto maior for a CTC do solo maior será a fertilidade que ele apresenta, isso porque os nutrientes – os cátions – são considerados como essenciais para todas as plantas, como magnésio, potássio e cálcio.

Como Manejar o CTC do Solo e Aumentar Sua Fertilidade?

A CTC do solo deve ser manejada de tal forma que se aumente o pH do solo, visto que, conforme realizamos procedimentos como a calagem, por exemplo, temos como resultado uma carga negativa, que, então, se liga a outros nutrientes como cálcio ou mesmo magnésio.

Assim, temos plantas com mais nutrientes e, consequentemente, um solo muito mais fértil e preparado para receber os mais diversos tipos de plantações. 

Saiba mais: Calagem: O Que É, Para Que Serve, Benefícios e Como Fazer?

Quais Fatores Afetam a Capacidade de Troca Catiônica?

Dentre os fatores que mais afetam a CTC do solo podemos destacar:

  • O pH do solo;
  • A natureza do solo e de sua fase sólida;
  • Concentração dos cátions no solo;
  • A natureza dos cátions que são trocáveis.

Dentre essas questões que podem afetar a CTC que pode ser aferida ou mensurada no solo, destaca-se o pH e como ele se verifica em relação às cargas dependentes dele, que são, conforme vimos, as mais comuns no solo brasileiro.

Saiba mais: Livro Caixa Digital do Produtor Rural: O Que É e Para Que Serve?

pH do Solo 

Quando se trata do pH do solo, o que temos é a seguinte configuração: quanto mais baixo o pH, temos como resultado índices mais baixos de CTC.

Da mesma forma o inverso também se apresenta, pois quanto maior o pH, mais alta é a CTC que pode ser aferida no solo.

Natureza dos Cátions Trocáveis 

Conhecer qual é a natureza dos cátions cujo status é “trocável” é fundamental para que possamos compreender como ocorre a preferência de troca no solo, a partir da densidade da carga ali liberada.

Isso porque quanto maior for a densidade da carga ali liberada, maior será a retenção dela no solo. 

Saiba mais: Software de Gestão Rural: 8 Dicas Para Escolha de um Bom Software!

Qual a Influência da Matéria Orgânica no CTC do Solo?

A matéria orgânica no solo é constituída por diferentes compostos de carbono que têm sua origem a partir da forma de decomposição tanto de resíduos animais quanto vegetais.

Além de, por si só, fornecer nutrientes essenciais para o solo e para as plantas, é justamente a presença de matéria orgânica no solo que favorece o aumento da sua capacidade de realizar a troca de cátions do solo.

Economize tempo no controle de sua propriedade adotando um Software de Gestão Agrícola. Solicite seu trial grátis de 7 dias!

Conclusão

Buscar por formas de adequar o solo às necessidades da plantação que será ali disposta é fundamental para a boa qualidade daquilo que será plantado e, por conseguinte, colhido.

Em virtude disso, contar com a análise detalhada da CTC do solo é uma das melhores e maiores contribuições para o correto manejo do solo da sua propriedade, favorecendo o crescimento de uma lavoura de grande qualidade. 

Raphael Ivan

Programador apaixonado e entusiasta do Agronegócio, fundador e CEO da easyfarm. Sonha em voltar a produzir café, principalmente para sustentar seu vício pela bebida.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *